Monumento da revolução

Praça do Marquês de Pombal

Vista 865 vez | 0 comentário

Directamente ligado à sua vida, este monumento inclui referências às reformas introduzidas pelo Marquês nas áreas da educação, política e agricultura e, como não podia deixar de ser, ao momento que mudou a sua vida - o terramoto de 1755, representado por blocos de pedra partidos e ondas a simular a inundação da cidade.

Vista 961 vez | 0 comentário

Igreja do Carmo

Igreja do Carmo

Este impressionante monumento gótico, ou o que resta dele, foi fundado por Nuno Álvares Pereira, o comandante que se tornou membro da Ordem Carmelita. A construção terminou em 1423, sendo esta na altura a maior igreja de Lisboa. As ruínas da Igreja Carmo, deixadas pelo devastador terramoto de 1755, vêem-se melhor da Baixa, especialmente do Rossio, da Graça ou do Castelo de São George. Representam séculos de história e acolhem o Museu Arqueológico do Carmo. Neste museu existe

Vista 630 vez | 0 comentário

Neste museu existe uma colecção histórica de valor incalculável, com peças que retratam épocas tão distintas como a pré-história e a contemporaneidade. Por isso, faça questão de ir além da riqueza exterior destas ruínas e dê uma espreitadela no interior para uma gratificante viagem ao passado!

Vista 612 vez | 0 comentário

Igreja do Carmo

Parque Eduardo VII

Neste museu existe uma colecção histórica de valor incalculável, com peças que retratam épocas tão distintas como a pré-história e a contemporaneidade. Por isso, faça questão de ir além da riqueza exterior destas ruínas e dê uma espreitadela no interior para uma gratificante viagem ao passado!

Vista 731 vez | 0 comentário

Vista 739 vez | 0 comentário

Torre de Belém

Torre de Belém

A Torre de Belém foi construída na era das Descobertas (quando a defensa da cidade era de extrema importância) em homenagem ao santo padroeiro da cidade, São Vicente. Para melhorar a defesa de Lisboa, o rei João II desenhou um plano que consistia na formação de uma defesa constituída por três fortalezas junto do estuário do Tejo. Formava um triângulo, sendo que em cada ângulo se contruiría uma fortaleza: o baluarte de Cascais no lado direito da costa, a de S. Sebastião da Capari

Vista 709 vez | 0 comentário

Foi também prisão política, viu os seus armazéns transformados em masmorras, a partir da ocupação filipina (1580) e em períodos de instabilidade política. Finalmente, em 1983 a UNESCO classificou-a Património Cultural de Toda a Humanidade.

Vista 595 vez | 0 comentário

Padrão dos Descobrimentos

Estátua Adamastor

Este monumento situa-se em Belém, mesmo na margem do rio Tejo, numa área única e é particularmente impressionante à luz do pôr-do-sol.

Vista 733 vez | 0 comentário

Vista 2,368 vez | 0 comentário

Praça dos Restaurantes

Monumento dos Descobrimentos (Rosa dos Ventos)

Vista 718 vez | 0 comentário

Vista 2,333 vez | 0 comentário